Câncer de mama – Tudo que você precisa saber

O câncer de mama é um câncer invasivo, ou seja, são células cancerosas saem de dentro dos lóbulos e invadem os tecidos mais próximos. É um câncer mais comum nas mulheres em todo o mundo. Além de ser responsável por 16% de todos os cânceres do sexo feminino e 22,9% do câncer invasivos em mulheres. 18,2% de todas as mortes por câncer em todo o mundo, incluindo homens e mulheres, são de câncer de mama.

Quando o câncer ainda está dentro de seu lugar de origem e ainda não foi quebrado, ou seja, quando ainda não estiver dentro dos lóbulos, são chamados de não-invasivo.

As taxas de câncer de mama são muito mais elevados nos países desenvolvidos em comparação com os países em desenvolvimento. Há várias razões para isso, além disso, o câncer da mama é mais comum em mulheres idosas; mulheres nos países mais ricos vivem muito mais tempo do que aqueles em países mais pobres.

Os especialistas acreditam que Os diferentes estilos de vida e hábitos alimentares de mulheres em países ricos e pobres são também fatores contributivos para esta doença.

Fatores de risco

  • Histórico familiar
  • Idade avançada
  • Excesso de peso
  • Exposição prolongada aos hormônios femininos
  • Ser portadora dos genes BRCA1 e BRCA2

Sintomas do câncer de mama

Um dos primeiros sintomas sentidos são bastantes comuns, como dores de cabeça e inchaço nos seios, da forma de um caroço.

Porém existem outras variedades de sintomas que citarei agora e caso alguém sinta algum destes sintomas deverá procurar de imediato seu médico:

  • Nódulo em um peito (crescimento de tecido que se desenvolve dentro de seu peito);
  • Dor nas axilas ou na própria mama que não parecem estar relacionados com o período de menstruação;
  • Corrosão ou vermelhidão na pele dos seios;
  • Lesões ou Erupções em torno (ou em) um dos mamilos;
  • Inchaço (caroço) em uma das axilas ou nos mamilos;
  • Mudança na aparência dos seus seios, assim como alterações no mesmo.

Veja também:


Diagnóstico do câncer de mama

As mulheres são geralmente diagnosticadas com câncer de mama após uma triagem de rotina de detecção desta doença ou após detectar certos sinais e sintomas com ajuda de seu médico.

Se uma mulher detecta qualquer um dos sinais de câncer de mama e sintomas descritos acima, ela deve falar com algum médico imediatamente (médico de clínica geral). 

O médico lhe dará os devidos cuidados iniciais. Realizando um exame físico e em seguida encaminhar o paciente para um especialista, se acharem que é necessária uma avaliação mais aprofundada sobre o caso.

Abaixo estão alguns exemplos de exames e procedimentos de diagnóstico para o câncer de mama:

  • Exame de mama
  • Mamografia
  • Mamografias 2D combinado com mamografias em 3D
  • Ultrassom de mama
  • Biópsia
  • Ressonância magnética

Tratamento do câncer de mama

Uma equipe multidisciplinar estará envolvida no tratamento de um paciente com câncer de mama. Equipes são formadas por oncologista, radiologista, cirurgião de câncer especialista, enfermeiro especialista, patologista, radiologista, técnico de radiologia, e cirurgião reconstrutiva.

Às vezes a equipe pode também incluir um terapeuta ocupacional, psicólogo, nutricionista e fisioterapeuta.

A equipe em geral vai levar em conta vários fatores ao decidir sobre o melhor tratamento para o paciente, incluindo:

  • O tipo de câncer de mama
  • O estágio e grau do câncer de mama – o quão grande o tumor é, se este se espalhou ou não, etc…
  • Verificar se as células cancerosas são ou não sensíveis a hormônios
  • Saúde geral do paciente
  • A idade do paciente
  • Próprias preferências do paciente

As principais opções de tratamento de câncer de mama podem incluir:

Radioterapia

Doses controladas de radiação são direcionadas para o tumor, onde irá destruir as células cancerosas. Geralmente, a radioterapia é usada após a cirurgia, bem como a quimioterapia para matar as células cancerosas que podem ainda estar ao redor.

Cirurgia

Lumpectomia – Cirurgia que remove manualmente o tumor e uma pequena margem de tecido saudável em torno dele.

Mastectomia – “Remoção cirúrgica da mama”. Envolve a remoção dos lóbulos, dutos, o tecido adiposo, mamilo, aréola, e alguns tecidos de pele.

Cirugia para reconstrução da mama – São séries de procedimentos cirúrgicos que visam recriar um seio.

Radioterapia

Doses controladas de radiação são direcionadas para o tumor para destruir as células cancerosas.

Geralmente, a radioterapia é usada após a cirurgia, bem como a quimioterapia para matar as células cancerosas que podem ainda estar ao redor.

Terapia hormonal

A terapia hormonal é utilizada para cânceres de mama que são sensíveis aos hormônios. É normalmente utilizada após a cirurgia, mas pode por vezes ser usado previamente para encolher o tumor.

Quimioterapia

Aqui são utilizados medicamentos para matar as células cancerosas – estes são chamados de “drogas de citotóxicos”.

O oncologista pode recomendar a quimioterapia se existe um elevado risco de recorrência do câncer, ou a de espalhar em outras partes do corpo.

DEIXE UMA RESPOSTA