Como aumentar a panturrilha? 5 métodos para hipertrofia-las

E aqui está o pavor de quem está buscando hipertrofia de uma forma em geral. Muitos não entendem por que nossas panturrilhas não se desenvolvem de jeito nenhum. E acredite, não é somente as suas que tem essa dificuldade em crescer. Iremos apreender hoje a como aumentar a panturrilha de uma forma bastante eficaz.

Como todos já sabem, ao andarmos, corrermos, subirmos escadas e etc, as panturrilhas não têm como ficarem de fora destas atividades e acabam se tornando primordial para esses tipos de atividades.

Sendo ativada a todo o momento do dia, as panturrilhas sofrem pequenos estresse muscular e acabam criando uma certa resistência contra hipertrofia muscular.

Então se eu treina-las na academia mais ainda, ai que não irão crescer, certo?

Negativo meu jovem! Se você quer saber como aumentar sua panturrilha, não siga essa tese.

Os seus treinos na sua academia ou em qualquer outro lugar, sendo feitos de uma maneira correta, poderá sim hipertrofia-las. E o jeito correto é treinando-as de uma forma bastante intensa.

Muitas pessoas tem dúvidas constantes sobre a hipertrofia muscular, para isso o programa “Hipertrofia Muscular – A verdade” vai solucionar todos os seus problemas, vejam como de um simples “grafeto” você pode passar a ter musculos que sempre sonhou.

Então, veja como aumentar a panturrilha com simples métodos

1 – Treine-as de uma forma intensa

como aumentar as panturrilhas

Como eu disse logo acima, nada de exercícios com baixa intensidade, afinal, você já faz com elas se exercitem de forma volumosa e com baixa intensidade o dia todo, caminhado, correndo e etc.

Veja também:

2 – Trabalhe nas mais diversas posições que puder

Então como aumentar a panturrilha a partir de deste princípio?

A panturrilha é constituída basicamente pelos músculos Gastrocnêmio e Sóleo que se unem ao Tendão de Aquiles. Os gastrocnêmio é o mais superficial, aquele que “conseguimos ver” e ainda é divido em duas partes: a medial e a lateral. O sóleo está localizado abaixo do gastrocnêmio.

São estes músculos que permite que a façamos o movimento de flexão plantar, ou seja, quando ficamos na ponta do pé.

Portanto trabalhar em diferentes ângulos ajuda em uma maior ativação nas diferentes posições em que os músculos se localizam. Treinando a panturrilha em pé você pode fazer as seguintes variações:

  • Pés paralelos um com outro (mais comum).
  • Pontas dos pés juntos e os calcanhares separados.
  • Calcanhares juntos e as pontas dos pés separados.

3 – Variem constantemente o seu treinamento

Nossas panturrilhas devem sofrer novos estímulos constantemente, pois elas se adaptam facilmente ao método de treino ao qual estamos fazendo.

Por exemplo:

  • 1ª semana – Você pode realizar Drop-Sets
  • 2ª semana – Aqui você pode optar por fazer Pirâmide, começando com muitas repetições e com cargas leves e no decorrer que ir diminuindo as repetições irá aumentar as cargas.
  • 3ª semana – Poderá fazer a Pirâmide Invertida, ou seja, ao contrário da pirâmide realizada na semana anterior.
  • 4ª semana – Você pode utilizar a técnica Super Sets.

Entenderam que eu diversifiquei bastante o treinamento? Isso gerará um estimulo a cada semana a sua panturrilha, fazendo com que ela hipertrofia cada vez mais.

As técnicas e forma de fazer o exercício que citei aqui não importam. O que realmente importa são os novos estímulos que serão dados toda semana. Este exemplo que citei também pode ser usado, fiquem a vontade.

4 – Não culpe sua genética por suas panturrilhas não crescerem

Acontece com muitos Ectomorfos que veem suas pernas finas e acham que não irão conseguir de forma algum fazer com que suas panturrilhas cresçam. Mas como aumentar a panturrilha pensando dessa forma? É Impossível!

Claro que a genética vai influenciar no seu desenvolvimento, mas mesmo que sua panturrilha não fique igual do dorian yates você pode muito bem melhora-las.

5 – Alterne o tempo de descanso do treinamento

Um fator também importante e que tem dado certo desde muito tempo é a variação de descanso entre suas séries. Parece besteira, mas acredite isso também fará com que suas panturrilhas sofram novos estímulos.

Portanto se na primeira semana você realizou descanso de 30 segundos por serie, na segunda semana você pode realizar um descanso 60 e assim sucessivamente. Entenderam? É mais uma técnica simples e eficaz.


Seguindo estes 5 passos simples porém eficientes, você verá sua panturrilha se desenvolver como nunca.

Espero que sua dúvida “como aumentar a panturrilha” tenha sido esclarecida e para você que não via luz no final do túnel possa ter uma esperança em relação a este músculo.

Não se esqueçam de compartilhar o máximo este artigo galera.

Abraço a todos e bons treinos!

DEIXE UMA RESPOSTA